Vitaclass
Icone - Vitaclass

Odontopediatria

A Odontopediatria é a especialidade da odontologia que cuida da saúde bucal de bebês, crianças e adolescentes. O seu objetivo é a prevenção das doenças bucais, com ênfase na preservação tanto dos dentes de leite como dos dentes permanentes que começam a surgir. Aliás, as mães devem procurar um Odontopediatra ainda durante a gravidez, para que elas se informem sobre os cuidados que devem ter com a saúde bucal do bebê desde cedo.

O Odontopediatra acompanha o desenvolvimento das dentições e fornece informações importantes, adequadas para cada faixa etária, sobre a higiene bucal, alimentação, hábitos, uso do flúor, entre outros temas importantes.

O tratamento odontológico, principalmente de bebês e crianças, necessita de um cuidado especial, com maior atenção e utilizando técnicas de psicologia, para que a visita ao dentista se assemelhe a uma brincadeira, que o ambiente torne-se atrativo, ajudando a criança a se sentir confiante e descontraída.

Primeira consulta

O ideal é que a primeira consulta do bebê seja feita antes do nascimento dos primeiros dentes, ou mesmo durante a gestação, aproveitando o momento de motivação dos pais para que o Odontopediatra desde então possa orientar e acompanhar o desenvolvimento bucal, prevenindo possíveis problemas. E para que a criança se habitue ao ambiente e com o profissional o que facilitará sua relação futura.

Importância dos dentes de leite

Embora os dentes de leite sejam temporários, são extremamente importantes para o correto desenvolvimento da dentição permanente, pois servem como guia para a erupção dos dentes definitivos. Além disso, proporcionam uma adequada mastigação e deglutição, e consequentemente uma melhor digestão dos alimentos pelas crianças. Se houver algum problema na dentição de leite, com relação à cárie dental, por exemplo, poderá ocorrer infecção, dor, inchaço e até mesmo risco de comprometer o dente permanente.

Higiene bucal

A escovação deve começar o mais cedo possível, assim que nasce o primeiro dente, para que a criança se acostume com bons hábitos de higiene. Os pais devem estar cientes da importância da escovação e também se sentir encorajados a higienizar os dentes dos seus filhos após cada refeição e principalmente à noite antes de dormir. O uso do fio dental é muito importante para garantir a limpeza entre os dentes.

Cárie dental

É uma doença multifatorial, caracterizada pela destruição da estrutura do dente. Ocorre pela presença da placa dental, que é formada por bactérias, saliva e restos de alimentos. As bactérias se alimentam dos restos de alimentos açucarados, produzindo ácidos que enfraquecem os dentes. A cárie dental inicialmente aparece como uma mancha branca, com o tempo se transforma em uma cavidade, e se não for tratada, pode em algum momento começar a doer, podendo até levar a perda do dente. Para evitar que a cárie dental ocorra deve-se reduzir a frequência do consumo de alimentos doces e realizar higiene bucal após as principais refeições. Medidas adicionais podem ser tomadas pelo dentista para tentar prevenir ou paralisar o processo da doença.

Trauma dental

Na infância, acidentes envolvendo batidas na região da boca são muito comuns. É preciso que os pais fiquem atentos aos traumatismos bucais, pois eles podem ter diversos graus de gravidade. Devem ser observados os sangramentos, as escoriações, os deslocamentos dentários e as fraturas. O ideal é que se procure um Odontopediatra o mais rápido possível, para o correto diagnóstico e tratamento necessário.

Hábitos bucais nocivos

Vários hábitos bucais podem causar problemas na posição dos dentes ou no crescimento das arcadas dentais, afetando a estética, função mastigatória e a fala. Sendo assim, o quanto antes estes hábitos forem observados e corrigidos, melhor será o desenvolvimento facial da criança, então fique atento para as seguintes situações, e peça ajuda a um Odontopediatra:

  • Chupar dedo ou chupeta (recomenda-se que a criança pare antes dos 3 anos de idade)
  • Roer unha
  • Respirar pela boca
  • Falar ou engolir com a língua entre os dentes
  • Ranger os dentes
  • Morder lápis ou outros objetos com muita frequência

Ortodontia preventiva e interceptativa

Durante o crescimento dental e facial da criança, é possível prevenir e intervir nos problemas do desenvolvimento. Desta forma, os benefícios do tratamento ortodôntico em crianças são maiores que os realizados em adultos, sendo assim, em alguns casos, a partir dos 5 anos já se inicia o tratamento.

Os principais problemas encontrados nesta faixa etária são: falta de espaço para o correto “nascimento” dos dentes permanentes, dentes tortos ou fora de posição, mordida cruzada, profunda ou aberta, perda precoce ou manutenção prolongada dos dentes de leite, respiração bucal, hábitos de sucção (dedo ou chupeta), diastemas (espaço entre os dentes), dificuldade na mastigação e na fala, dentes superiores inclinados para frente, dentes inferiores à frente dos superiores (cruzados), presença de desgaste dental pelo hábito de ranger ou apertar os dentes, desarmonia nos ossos da face.

Referência e sugestão de leitura

Título: Saúde Bucal do Bebê ao Adolescente

Autoras: Maria Salete Nahás Pires Corrêa, Rosângela Maria Schmitt Dissenha, Soo Young Kim Weffort.

Editora Santos – ano 2011

Vitaclass
Endereço: Rua Eurico Hosterno, 300 - Santa Mônica - 88035-400 | Florianópolis/SC

Fone: 48 3024 2929 | Email: vitaclass@vitaclass.com.br

Responsável Técnica - Dra. Eliziana Coelho Senff | CRO/SC: 2822